Como funciona o ensino superior na França

O ensino superior na França começa após o baccalauréat que é o equivalente ao Enem no Brasil e é organizado em torno de três níveis: licença, mestrado e doutorado. Esta organização é conhecida como LMD (Licence/ Master/ Doctorat). Ela aumenta a mobilidade de estudantes da comunidade européia entre disciplinas e entre formação profissional geral.

ensino superior na França

O que é o Baccalauréat (le baccalauréat)?

Criado em 1808, o baccalauréat é um diploma recebido através de um exame no fim do ensino médio (como o Enem no Brasil). O baccalauréat dá acesso ao ensino superior na França, então ser aprovado nesse exame é condição indispensável para poder se inscrever em um estabelecimento de ensino superior na França.

Existem três tipos de diplomas: o baccalauréat général, o baccalauréat technologique e o baccalauréat professionnel. Existem ramificações dentro de cada um desses tipos de diplomas para áreas mais específicas. O exame é composto de nove à dez provas obrigatórias orais e escritas e também algumas provas facultativas.

Os candidatos podem receber uma das três menções dependendo da média alcançada: assez bien para uma média entre 12 e 14, bien entre 14 e 16 e très bien acima de 16 (lembrando que as notas vão de 0 à 20).

A licenciatura (la licence)

Os três primeiros anos de estudos são chamados de licence e classificados como bac+1, bac+2 e bac+3, respectivamente. Eles representam os anos de estudos efetuados após a conclusão do ensino médio. Outros tipos de diploma de nível técnico podem dar ao estudante um diploma de um bac+1 ou +2 e ser validados mais tarde, caso o estudante decida entrar em um curso de nível universitário.

Para ingressar no mestrado é necessário ter completado com sucesso 3 anos de licence (bac+3).

O mestrado (le master)

Os dois últimos anos de estudos universitários são divididos em master 1 (M1) ou master 2 (M2). Eles garantem a obtenção de um diploma bac+4 e bac+5 respectivamente e são divididos em dois tipos: master professionnel e master recherche. 

O master recheche é dirigido para quem desejar continuar seus estudos no nível de doutorado. Ele é focado em pesquisas e altamente teórico.

O master professionnel é indicado para quem desejar se especializar em determinado segmento da sua área de estudos. Ele é composto de muita prática, com pelo menos 6 meses de estágio obrigatório para a sua conclusão. É possível começar com um master recherche no primeiro ano e trocar para um master professionnel no segundo ano e vice-versa. A conclusão de um master professionnel não dá acesso ao doutorado.

Se você possui um diploma universitário de 4 anos no Brasil e quiser se candidatar a um mestrado na França, é possível uma validação por parte da universidade ou através do centro Eric-Naric que realiza a validação e equivalência de diplomas estrangeiros e que poderá garantir o acesso direto a um M2. Sendo assim, o seu 4º ano de estudos no Brasil será considerado como um M1.

O diploma de conclusão do mestrado em M2 é dado após o candidato ter completado no mínimo 120 créditos após a licence. A formação contém aulas teóricas e práticas, um estágio de conclusão de estudos e a redação de um trabalho de conclusão de curso (mémoire) que pode ou não ser apresentado e defendido perante um júri (vai depender do curso, alguns exigem apenas o documento escrito).

O mestrado é considerado como uma qualificação de alto nível, exigida no mercado de trabalho para exercer inúmeras profissões.

O doutorado (le doctorat)

Após o mestrado, os alunos podem se inscrever para fazer doutorado. Todos os estudantes titulares de um diploma de mestrado (M2) podem se candidatar para um doutorado, tendo concluído um mestrado do tipo master recherche ou ter concluído uma école d'ingénieur ou école de commerce que confira o grau de Mestre.
A duração da preparação do doutorado é geralmente de três anos (que corresponde a 8 anos de estudo ou bac +8).

O doutorado é composto de atividades práticas e teóricas e da elaboração de uma tese de no mínimo 200 páginas. Esta tese deve ser apresentada perante um júri que vai avaliar o conteúdo da tese e capacidade de expressão oral do candidato. A apresentação da tese de doutorado é aberta ao público.

O ano letivo para o ensino superior na França

Os cursos universitários são organizados em semestres. Diferentemente das escolas, cada estabelecimento de ensino superior na França é livre para escolher as datas de início e fim do ano letivo. O ano letivo na França é dividido em dois semestres, geralmente distribuídos da seguinte forma:

  • Primeiro semestre: do início de outubro ao final de janeiro
  • Segundo semestre: do início de fevereiro ao final de maio

Os períodos de provas são no final de cada semestre. Em setembro, a rattrapage ou exame final, para aqueles que não conseguiram obter a média, ocorre geralmente entre a 2ª e 3ª semana do mês.

Calendário das férias do ensino superior na França

As férias universitárias podem variar de acordo com o estabelecimento de ensino, mas são distribuídas ao longo do ano da seguinte forma:

  • 1 semana no final de outubro (Toussaint)
  • 2 semanas entre o natal e o ano novo
  • 1 semana no final de fevereiro (férias de inverno)
  • 2 semanas nos meados de abril (férias da primavera)

estudantes na França

Artigo atualizado em 24/09/2020

14 comments

  1. Fernando 6 agosto, 2017 at 03:23 Responder

    Boa noite Suellen.
    Uma vez eu ouvi um professor de história dizer que, na França tu pagas pela faculdade caso a pessoa tenha renda pra isso. Mesmo que ela seja pública.
    Isso é verdade?

    • Suellen Kyl 13 agosto, 2017 at 18:10 Responder

      Boa noite Fernando,

      O preço é o mesmo para todos. O que pode acontecer é de receber uma ajuda de custo caso a pessoa tenha uma renda muito baixa.
      Cada universidade tem o seu processo, é dificil dizer que o mesmo se aplica à todas.
      Um abraço

  2. Pam 26 janeiro, 2018 at 11:58 Responder

    Olá Suellen. Eu quero fazer a licenciatura em França. Consegues me indicar alguma universidade c residência universitária? Obrigada

    • Suellen Kyl 29 janeiro, 2018 at 16:03 Responder

      Olá Pam,
      Em que região da França você está interessada? Existem outros tipos de lojamentos para estudantes que não se situam dentro da universidade.
      Um abraço

  3. Jaque 24 março, 2018 at 17:45 Responder

    Boa trade Suellen,

    Eu conclui o curso superior de tecnologia na Fatec em 3 anos, para estudar na França eu teria que fazer o licence ou o master 1?

    Obrigada

    • Suellen Kyl 26 março, 2018 at 12:51 Responder

      Olá Jaque,
      O ideal é fazer uma equivalência de diploma para ver se as aulas e a carga horária se encaixam e dão direito à ingressar diretamente no master 1. Depende muito da àrea e da carga horária. Você pode conferir como fazer esse procedimento no site http://www.ciep.fr/enic-naric-france
      Um abraço

  4. Cláudia 20 abril, 2018 at 19:08 Responder

    Boa tarde Suellen,

    No caso de uma licenciatura pré-Bolonha em Portugal (informática de gestão), de 5 anos, que equivalência ao sistema francês posso colocar no cv?
    Obrigada

    • Suellen Kyl 23 abril, 2018 at 14:27 Responder

      Olá Cláudia,
      Para ter certeza, é preciso fazer a equivalência de diplomas. Senão, olhando só pela duração do curso ele seria equivalente ao bac+5.
      Um abraço

  5. Alex dos Reis de Souza 26 maio, 2018 at 00:21 Responder

    Oi, Suellen, tudo bem?
    O diploma de engenheiro no Brasil conta também como um diplôme d’ingénieur na França ou tem equivalência? Algumas pessoas já me disseram sobre essa possibilidade e eu gostaria de fazer doutorado lá assim que concluir meu cursom
    Muito obrigado desde já,
    Alex

  6. Claudia Santana Machado 20 maio, 2019 at 17:39 Responder

    Olá! 😀

    Gostaria de saber a equivalência do niveau DUT se comparado ao Brasil. Desde já agradeço!

  7. Ana José 5 agosto, 2019 at 21:17 Responder

    Olá,
    Gostaria de saber mais informações a propósito das faculdades de França uma vez que pretendo frequentar o ensino superior no ano que vem. Queria saber se o sistema de ensino é igual ao de Portugal. Não consegui encontrar a nota do último colocado nem,os critérios que cada faculdade tem no peso das disciplinas, nem as provas de ingresso.
    Por favor ajudem me…

  8. Ananda 25 maio, 2020 at 13:19 Responder

    Olá!
    Então eu te ho dúvida a respeito do bac, eu acabei meu ensino médio no Brasil e não fiz o Enem, acabei me inscrevendo numa escola de Design gráfico e artes aplicadas e optei pela prepa ao invés de começar o 1 ano, o que poderia equivaler ao bac? Eu devo fazer alguma prova caso eu queira continuar os anos posteriores?

Leave a reply