Carta de motivação para mestrado na França

by Suellen Kyl

Para se candidatar a um mestrado na França, além de um CV em francês bem feito, você precisa de uma carta de motivação bem redigida. A carta de motivação é um elemento essencial do seu dossiê de candidatura ao mestrado na França e deve ser redigida com muita dedicação.

carta de motivação para mestrado

Por que é importante escrever uma boa carta de motivação

As instituições de ensino superior sejam elas públicas ou privadas recebem inúmeros dossiês de candidaturas de estudantes do mundo todo. Sendo assim, pense como se fosse um avaliador: como você escolheria os perfis mais interessantes no meio de tantas possibilidades?

A carta de motivação é o seu único meio de mostrar quem você é, o que você fez, o seu percurso e o que você quer fazer no futuro. Por isso, pense bem no que você vai escrever e dedique o tempo que for para fazer o melhor possível.

Confira mais detalhes sobre a carta de motivação no nosso canal no YouTube:

Uma opinião externa é bem-vinda

Quando estiver escrevendo a sua carta, não hesite em pedir opinião a outras pessoas. Peça para que elas leiam e digam o que pensam a respeito. Às vezes quando escrevemos, o que parece ser óbvio e claro para nós é confuso para os outros. A opinião de alguém que não conhece nada a respeito do seu percurso é ainda mais valiosa.

O que deve conter na carta de motivação para o mestrado na França

A carta de motivação deve ser simples, precisa e argumentativa. Ela deve mostrar em poucos parágrafos os elementos mais importantes da sua jornada. Sendo assim, ela deve ser curta e direta, mas não deve deixar dúvidas que dificultem o entendimento do seu percurso.

Você pode escolher um ou outro assunto importante para explicar com um pouco mais de detalhes, mas cuidado para que não fique muito extenso. Tente escrever de forma que as informações essenciais sejam ditas e que o avaliador fique interessado em saber mais sobre você.

Saiba tudo sobre a instituição de ensino

Estude um pouco sobre a instituição de ensino que você está se candidatando. Sua história, a grade curricular do seu curso, os responsáveis pelo curso. Procure por antigos alunos se possível. Quanto mais você souber, mais fácil vai ser demonstrar interesse. E você vai precisar dessas informações na sua carta de motivação. Quer estudar em Paris? Leia sobre as Universidades públicas de Paris e seus cursos.

Seja coerente e persuasivo

Organize os acontecimentos em ordem cronológica, dando um início, meio e fim. Finalize uma ideia antes de começar outra para que não fique confuso. Fale somente daquilo que você domina totalmente, ou será bem possível que você se perca no meio da explicação e comece a “enrolar”.

Tenha um projeto profissional definido

Você o que quer fazer no futuro? Por que você precisa fazer esse curso? Como ele vai te ajudar no seu projeto profissional? Pense no passado, presente e futuro.

Justifique por que você deve ser escolhido

Em meio a tantos outros candidatos, por que você deve ser escolhido? Você já pensou nisso? O que torna você mais interessante do que os outros candidatos? O que você pode propor além do que é esperado? Pense nas suas qualidades e como elas podem ser um diferencial.


Está precisando de ajuda no francês para escrever uma boa carta? Estes livros podem te ajudar!


 

Como escrever uma carta de motivação

Primeiro você deve anotar todas as suas ideias. Não tente dar lógica e nem estruturar nada, apenas escreva o que você acha que pode ser interessante. Escreva do jeito que as palavras vierem. Em um segundo momento você irá fazer uma triagem e selecionar o que é relevante e o que não é.

Comece a desenvolver as ideias interessantes. Pode ficar longo, não tem problema pois o que importa é saber o máximo possível sobre o que você está falando. Finalmente, escolha as ideias principais e faça um “polimento” para deixar apenas o essencial.

Escrever em português ou francês?

Isso vai depender do seu nível de francês e o quão confiante você está na sua escrita. Tem pessoas que conseguem desenvolver melhor as ideias no seu idioma materno. Já outras preferem escrever direto no idioma estrangeiro. Faça como for mais cômodo para você, pois o que importa é o produto final.

Importante: Peça para alguém que domina o idioma para revisar a sua carta. É de extrema importância não deixar passar erros gramaticais, de concordância ou sintaxe. Faça um bom uso do seu livro de gramática.

Como estruturar uma carta de motivação

A estrutura da carta deve ser formal, usando os termos adequados para se referir ao responsável do curso que você está se candidatando. Sendo assim, ela deve conter os seguintes elementos essenciais:

  • Suas informações pessoais alinhadas no alto à esquerda: nome, sobrenome, endereço residencial, e-mail, número de telefone.
  • As informações da instituição de ensino alinhadas à direita abaixo das suas informações pessoais: Nome e sobrenome do responsável pelo curso, endereço do curso e da instituição de ensino.
  • Cidade e data logo abaixo das informações da instituição de ensino.
  • Objeto da carta em negrito: nome do curso.
  • Primeiro parágrafo endereçado ao responsável do curso com o nome completo do curso e da instituição.
  • Pronome de tratamento (monsieur, madame) em itálico.
  • Um primeiro parágrafo de apresentação falando sobre o curso que você fez anteriormente.
  • Um segundo parágrafo apresentando sobre eventos e participação em eventos que você julgue importantes.
  • Um terceiro parágrafo que explique o seu interesse pelo curso mostrando o que você já fez sobre o sujeito, artigos que tenha publicado finalizado com uma conclusão.
  • Um quarto parágrafo que reafirme o que você já disse mostrando a ligação entre o mestrado e o seu futuro profissional.
  • Um último parágrafo com uma conclusão final.
  • Finalize com uma forma de tratamento que julgar mais adequada.
  • Assine com o seu nome e sobrenome.

O que evitar escrever em uma carta de motivação

Em nenhum momento você deve pensar que uma carta de motivação só serve para encher linguiça. Aliás, encher linguiça é algo que não deve existir nesse tipo de documento. Com tantos dossiês a serem avaliados, a pior coisa para um avaliador é perder o seu tempo com cartas vazias que não fazem o menor sentido.

Não se prenda ao tamanho

Você pode ouvir falar que uma carta deve ter um mínimo e um máximo de X palavras, mas a verdade é que não existe um tamanho certo. Tudo vai depender do seu curso, do seu percurso e do que você julgar necessário dizer.

De maneira geral, uma carta não deve passar de duas páginas ou será bem provável que ela já seja classificada como encheção de linguiça. O objetivo é mostrar que você é um candidato interessante, sem entrar nos detalhes. Você vai poder falar mais a respeito durante a sua entrevista.

Exemplo de carta de motivação para candidatura no mestrado

Agora que você já sabe tudo que deve conter e como deve estruturar a sua carta de motivação, confira um modelo de carta de motivação para candidatura no mestrado. Saiba que esse modelo contém a estrutura e algumas sentenças-chave que você pode usar adaptando ao seu caso. Boa sorte!


Você também pode se interessar...

Deixe um Comentário 🙂