Home Morar no ExteriorVida na EuropaTrabalhar na Europa Salário médio na França: quanto ganha um francês

Salário médio na França: quanto ganha um francês

by Suellen Kyl
Atualizado em 23 junho 2022 por Suellen Kyl

O salário na França pode variar bastante dependendo do setor e da qualificação do trabalhador. Mas se pegássemos toda a massa salarial na França e dividíssemos pela quantidade de assalariados, qual seria o salário médio na França?

Essa foi a base desse estudo feito pelo INSEE, o equivalente ao IBGE no Brasil. Desde 1946, o INSEE obtém dados para calcular a evolução do salário médio na França. Nesse estudo, estagiários e aprendizes não foram contabilizados.

Para maiores informações, não deixe de conferir o nosso canal no YouTube e acompanhar o nosso Instagram. Além de postagens diárias, muitas dicas e informações são postadas diariamente no stories. Já está nos seguindo?

Salário na França em euros

Faça agora mesmo a sua cotação com a Wise, uma empresa que oferece um serviço rápido e seguro com as menores taxas e as melhores cotações de câmbio.

>> Faça agora mesmo a sua cotação <<

Salário médio na França

Se levarmos em consideração todas as vagas de trabalho e todos os setores, o salário médio na França em 2021 é de 39 346 euros líquidos anuais. Porém, vale lembrar que existe uma grande diferenca entre o salário médio na Franca em cada setor e dependendo da categoria profissional dos trabalhadores. Saiba como funciona e o que é preciso para trabalhar na França.

Os fatores que mais influenciam o salário médio na França são:

  • Idade
  • Cargo
  • Região
  • Tamanho da empresa
  • Diploma

Idade

Os jovens recém-formados com um diploma de mestrado do tipo Bac +5 começam ganhando em média 30 mil euros anuais brutos. Já o salário médio para pessoas com o mesmo tipo de diploma no alto dos seus 55 anos é de 55 mil euros brutos.

Porém, aqueles que obtém um diploma específico de uma Grande École como école de commerce, podem começar com um salário anual de 40 mil euros brutos. Veja como funciona o ensino superior na França.

Sendo assim, a evolução média do salário de um cadre na França é a seguinte:

  • < 30 anos: 39 mil brutos anuais
  • Entre 30 e 39 anos: 46 mil brutos anuais
  • Entre 40 e 49 anos: 54 mil brutos anuais
  • 50 anos ou mais: 55 mil brutos anuais

Essa evolução média leva em conta todos os setores de atividades. Vale lembrar que a evolução salarial em certos setores é muito maior do que em outros.

Cargo

Ocupar um cargo de maior responsabilidade impacta diretamente no salário médio dentro de um mesmo setor de atividade. Uma pessoa com o status de cadre têm um salário relativamente mais elevado do que pessoas que estejam fora desse status, mas ele inclui mais responsabilidades e maiores cotisações salariais também.

O status de cadre pode ser obtido através de diplomas (Bac+5 ou equivalente), através de anos de experiência ou dentro da própria empresa em uma promoção. Esse é um status bastante visado na França pelos trabalhadores, pois é ele que garante também um salário melhor durante a aposentadoria, além de benefícios durante a vida ativa.

Um dos cargos que tem um aumento constante de salário desde 1995 é o dos chefes de empresas, seguido pelos estagiários e a classe operária. Outras profissões intermediárias tiveram um aumento lento girando em torno de 0,5% ao ano.

Região

A maior parte dos empregos estão concentrados na região Île-de-France, ou seja em Paris e sua região metropolitana. Enquanto o salário médio de um cadre na região de Paris é de 52 mil brutos anuais, na região sudeste da França como Bordeaux, o salário médio é de 45 mil euros brutos anuais. Esse é um dos fatores que explicam porque o custo de vida na França tem diferenças tão significativas.

Tamanho da empresa

Como já podemos imaginar, o tamanho das empresas na França também contribui para a diferença entre os salários médios. Por exemplo, em empresas de menos de 50 assalariados, a remuneração média anual é de 45 mil euros brutos, enquanto em empresas com mais de 1000 assalariados, a média de salário anual é de 51 mil euros brutos.

Diferença de salário entre mulheres e homens

A igualdade de salários entre mulheres e homens ainda não é uma realidade na França. Estima-se que uma mulher ganhe entre 18% e 21% a menos do que um homem para o mesmo cargo tendo o mesmo diploma e mesmo nível de experiência. E essa desigualdade aumenta ainda mais conforme a idade avança e quanto maior é o salário.

Comparativo da evolução dos salários médios de mulheres e homens:

  • Menos de 30 anos:
    • Mulheres: 38 mil brutos anuais
    • Homens: 40 mil brutos anuais
  • Entre 30 e 49 anos:
    • Mulheres: 46 mil brutos anuais
    • Homens: 52 mil brutos anuais
  • Acima de 50 anos:
    • Mulheres: 48 mil brutos anuais
    • Homens: 60 mil brutos anuais

O nascimento de um bebê impacta fortemente a carreira profissional de uma mulher. Uma pesquisa indica que 5 anos após o nascimento do primeiro filho, o salário da mulher cai em média 25%. Parte dessa diferença é explicada pelo fato de que algumas mulheres decidem pegar uma licença para cuidar do bebê até começar a escola aos 3 anos e outras que optam por trabalhar meio período. Saiba como funcionam as escolas na França.

Outro ponto mostra também que as mulheres têm menos probabilidade de ocupar um cargo de responsabilidade e a distribuição das mulheres no mercado de trabalho continua concentrado nas áreas da saúde, cultura e recursos humanos. Apenas 18% dos cargos no setor da informática ou produção industrial são ocupados por mulheres.

Em uma pesquisa feita pelo Global Gender Gap Report, a França ocupa a 133º posição entre 153 países. Quanto maior é o nível de remuneração, maiores são as diferenças salariais.

Salário médio na França por setor de atividade

  • Farmacêutico: 3.749 euros líquidos mensais
  • Bancário: 3.280 euros líquidos mensais
  • Seguradoras: 3.280 euros líquidos mensais
  • Químico: 3.161 euros líquidos mensais
  • Tecnologia: 3.041 euros líquidos mensais
  • Metalurgia: 2.778 euros líquidos mensais
  • Cultura e comunicação: 2.656 euros líquidos mensais
  • Jurídico e contábil: 2.571 euros líquidos mensais
  • Imobiliário: 2.481 euros líquidos mensais
  • Comércio: 2.421 euros líquidos mensais

Salário médio na Europa

Na Europa, o salário médio também conheceu uma grande evolução, mas as diferenças entre os países ainda são bem marcantes. Confira os dados de alguns países (salário médio bruto ao ano):

  • Portugal: 26.6k
  • Polônia: 32k
  • Espanha: 38.8k
  • Itália: 39.2k
  • França: 46.5k
  • Alemanha: 53.6k
  • Luxemburgo: 68.7k

Como evoluiu o salário médio na França nos últimos 20 anos

O salário médio na França teve uma evolução significativa nos últimos 20 anos, algo em torno de 25%. Entre os profissionais que tiveram um maior aumento de salário estão os cadres, com aumentos superiores a 5%.

Embora o salário médio na França tenha evoluído, isso não significa que as desigualdades tenham diminuído. Ao contrário, as desigualdades sociais continuam em alta. Em 10 anos (de 2009 à 2019), a quantidade de pessoas vivendo na linha da pobreza aumentou de 7,7% para 8,2%. Isso significa que 5,3 milhões de pessoas na França vivem com menos de 885 euros por mês.

Já entre os jovens, esse aumento é ainda mais significativo, pois ele passou de 8,2% em 2002 para 12,5% em 2018. Para dar uma ideia, os 10% mais pobres na França vivem com uma média de 715 euros por mês, enquanto o nível médio de vida é de 1771 euros mensais. Este valor seria considerado o mínimo necessário para ter uma vida decente na França.

Este artigo se baseou em dados apresentados pelos seguintes organismos:

APEC

Dares

Drees

Global Gender Gap Report

INSEE

OCDE

OFCE

Prepare a sua viagem

Você também pode se interessar...

Deixe um Comentário 🙂