Mulher gritando de arrependimento
Home Morar no ExteriorDepoimentos 30 Arrependimentos depois dos 30 anos

30 Arrependimentos depois dos 30 anos

by Suellen Kyl
Atualizado em 23 junho 2022 por Suellen Kyl

Se você pudesse listar, quais seriam os 30 arrependimentos que você tem depois dos 30 anos? Quando chegamos nos 30 anos, começamos a nos dar conta de que a vida passa muito rápido. Ainda ontem estávamos aproveitando a juventude levando uma vida tranquila sem muitas responsabilidades. Hoje, já temos que ser responsáveis pelas nossas vidas, por ter um lar para morar, se alimentar e até mesmo cuidar de uma pequena família. Quando foi que o tempo passou tão rápido?

Para maiores informações, não deixe de conferir o nosso canal no YouTube e acompanhar o nosso Instagram. Além de postagens diárias, muitas dicas e informações são postadas diariamente no stories. Já está nos seguindo?

30 arrependimentos depois dos 30 anos

Conforme amadurecemos e ganhamos experiências de vida, pensamos em como lidamos com certas situações da vida. É nessas horas que percebemos quantas oportunidades perdemos e o quanto poderíamos ter vivido mais se não tivéssemos tantas limitações.

Confira essa lista com 30 arrependimentos depois dos 30 anos e conte para gente se você concorda ou não com eles? Tem a sua lista? Não deixe de compartilhar.

30 arrependimentos depois dos 30 anos

Faça agora mesmo a sua cotação com a Wise, uma empresa que oferece um serviço rápido e seguro com as menores taxas e as melhores cotações de câmbio.

>> Faça agora mesmo a sua cotação <<

1. Deixar de viajar porque é muito caro

Antes dos 30 anos, temos a mania de achar tudo caro. Mas na verdade, viajar antes dos 30 é o período mais barato para viajar. Por que? Porque você pode se hospedar de graça na casa de outras pessoas enquanto cuida dos animais dela ou fazendo um programa de voluntariado. Você pode optar por pegar um voo mais longo que vai custar mais barato, afinal você tem tempo.

Confira 5 motivos para viajar antes dos 30 anos.

2. Viajar sozinho

Quantas viagens você acabou largando mão porque não tinha companhia? Quantas experiências incríveis você pode ter deixado de viver por não querer viajar sozinho? Saiba como quebrar esse ciclo lendo essas dicas para aproveitar a sua viagem viajando sozinho.

3. Ser imediatista

Você tinha tempo, mas não sabia esperar. Tudo tinha que ser rápido, acontecer logo. Quantas vezes você não pensou que poderia ter aproveitado mais se tivesse menos pressa em querer chegar?

4. Fazer coisas que envolvam riscos

A juventude traz algo bom, a vontade de experimentar desafios. E isso é algo que perdemos conforme amadurecemos por vários motivos. Um deles, é depois que os filhos chegam. Eu era certamente uma pessoa muito mais ousada antes da maternidade do que hoje em dia. Hoje, eu não corro riscos que considero desnecessários.

5. Conhecer e explorar um país fora da lista de desejos

Todo jovem tem uma lista bonitinha e redondinha de todos os países que quer visitar. Mas, e se você tivesse olhado um pouco fora dessa lista e encontrado uma super oportunidade de conhecer outro país?

6. Fazer um mochilão para qualquer lugar

Sempre quis fazer um mochilão. Nem precisava ser longo, só precisava ser uma experiência de mochilão. Só que a coragem nunca chegou e os anos sim, tornando essa vontade bem menos provável.

Planeje o seu mochilão sem esquecer do seguro viagem. Leitores do Guia do Estrangeiro tem um desconto especial com a Seguros Promo.

7. Ir em shows de artistas famosos

Antes dos 30 eu achava absurdo as pessoas pagarem uma fortuna em ingressos para assistir o show do seu artista favorito. Depois dos 30 eu entendi que devemos fazer aquilo que nos dá prazer de vez em quando. Isso faz parte do autocuidado interior, da sua mente. Investir no seu bem-estar não é jogar dinheiro fora.

8. Guardar dinheiro para viajar mas nunca ter viajado

Junto com as listas de viagem, vieram as planilhas para economizar dinheiro para viajar. Cálculos matemáticos complexos nem sempre realistas. Você passou tanto tempo juntando dinheiro que perdeu diversas oportunidades de fazer a mesma viagem se tivesse cortado gastos supérfluos.

Saiba onde e como comprar passagens aéreas baratas.

9. Se preocupar mais com o que as pessoas falam do que com o que realmente importa

Homem ouvindo atrás da porta

Quantas vezes você não mudou os planos ou deixou de fazer alguma coisa porque ficou pensando no que os outros iriam falar? Depois dos 30 você aprende a respeitar a opinião alheia, sem que ela afete a sua própria vontade.

10. Não ter feito um intercâmbio

Lembra daquela oportunidade de ter um ano totalmente diferente no exterior que você largou mão porque não queria deixar o namorado ou ficou com medo de não dar certo? Pois ela poderia ter sido a oportunidade que mudaria totalmente a sua vida.

11. Deixar para comprar na volta

Quantas vezes você não viu algo interessante durante a viagem, mas disse “na volta a gente pega”? E na volta você passou por outro caminho e nunca mais lembrou do que queria pegar. Depois dos 30, você aprendeu a aproveitar as oportunidades quando elas aparecem. Depois pode ser tarde demais.

12. Querer ter a todo custo uma vida profissional de sucesso aos 30 anos

Profissional de sucesso aos 30 anos

Nosso cérebro só termina de se formar e amadurecer aos 25 anos. E dos 25 aos 30, só se passaram 5 anos, certo? Então por que se cobrar tanto para ter uma vida profissional de sucesso aos 30 anos se você provavelmente nem sabe exatamente o que quer fazer da vida?

Prepare-se e tenha sucesso na sua entrevista de emprego no exterior.

13. Pensar que tinha muito tempo

Antes dos 30 anos, a juventude parecia durar uma eternidade. E eu pensava que tinha muito tempo para fazer qualquer coisa. Como resultado, fui procrastinando várias coisas porque tinha muito tempo. Até que passou do tempo. E eu não fiz.

14. Perder tempo com pessoas que você já sabia que não valiam a pena

Essa reflexão você já deve ter feito antes dos 30. Só que provavelmente ela era menos profunda e mais baseada em sentimentos não correspondidos. Depois dos 30 você vai além da parte sentimental e pratica o desapego mais facilmente.

15. Usar a juventude como desculpa pelos erros

Jovens pulando no pôr do sol

Ser jovem é tentar, errar e fazer de novo. Errar é humano e faz parte do processo de aprendizado. Mas quantas vezes você não usou a sua juventude e imaturidade para justificar erros que você estava ciente que estava fazendo?

16. Fazer sem refletir

Era difícil um meio termo: ou você planejava demais, ou não planejava nada e agia no impulso. Quando na verdade, às vezes só era preciso um pouco de reflexão para tomar a decisão certa. Ah, o tal do equilíbrio…

17. Planejar menos e fazer mais

Quanto tempo perdido fazendo planejamentos milimetrados e que eram impossíveis de serem realizados, quando na verdade você só precisava saber dosar as coisas? Quando somos jovens é comum traçarmos objetivos e metas e perdemos tanto tempo planejando mas esquecendo de colocar tempo suficiente para botar tudo em prática.

18. Curtir pequenos momentos

Pequenos momentos da vida

Aquele piquenique, aquelas cartinhas escritas à mão. Aquele bilhetinho escondido, aquele abraço apertado. Ah, como seria bom ter dado o devido valor a esses momentos…

Tenha bons momentos em Paris com 10 ideias de passeios gratuitos em Paris.

19. Não fazer nada

O ócio não é algo que eu sabia apreciar antes dos 30. Não fazer nada parecia errado, quase um crime. Quando na verdade, é no ócio que você acaba tendo as melhores ideias. Uma mente repousada, funciona melhor.

20. Querer economizar demais e esquecer de viver

Jovens gastam muito e devem aprender a economizar, você ouviu falar. Foi então que você resolveu cortar despesas e sem perceber, cortou foi a sua qualidade de vida.

21. Tirar mais tempo para você

Mulher lendo na banheira

Lembra daqueles cuidados com os cabelos, a pele, a saúde que você deixou para depois porque não tinha tempo? Um dos arrependimentos depois dos 30 é de não ter cuidado tanto de você quanto deveria. Mas não se preocupe: você tem uma vida toda pela frente para mudar isso 🙂

22. Fazer aquele visual radical dos sonhos

Pintar o cabelo de rosa, fazer um side cut, um moicano. Qual é a mudança radical que você sempre quis fazer mas nunca teve coragem ou achou que não era o momento certo? Tenho certeza que ela nunca saiu da sua cabeça e você se arrepende de não ter ousado.

Sabia que é possível cortar e pintar os cabelos em Paris pagando 5 euros?

23. Deixar de ir a lugares por falta de companhia

Aquele barzinho que você queria tanto ir depois de uma semana difícil, mas que ninguém queria ir com você… você acabou não indo. Quantos outros lugares ou coisas você deixou de fazer porque não tinha companhia? Ou aquela viagem?

Confira 5 razões para viajar sozinho sem arrependimento.

24. Tirar um ano sabático

Mulher com mala na mão aproveitando a vida sem arrependimentos

Ter um ano sabático é a oportunidade de ter um ano diferente para quem não teve a oportunidade de fazer um intercâmbio. Só que quanto mais responsabilidades temos, mais difícil acaba sendo tirar um ano sabático. Chega os 30 anos e você se arrepende de ter esperado o bom momento.

25. Esperar o momento certo

Aliás, como acabamos de dizer anteriormente, esperar o momento certo é algo que acaba limitando nossos passos. Não é que devemos fazer tudo agora, mas muitas vezes ficamos esperando o momento certo para fazer tudo. E nem sempre o momento certo chega ou você pode acabar não percebendo que ele chegou e perder a oportunidade.

Esteja sempre bem equipado para a sua viagem em qualquer momento.

26. Não ser ousado

Quantas vezes você não teve medo de ser você mesmo ou de falar o que pensava por medo de ousar ser diferente? Um tempo depois você viu alguém que teve uma ideia parecida, colocou em prática e foi um sucesso. Aí bateu o arrependimento de não ter tido a mesma coragem de ser ousado e poder construir algo importante antes dos 30.

27. Saber encerrar ciclos

Não saber encerrar ciclos é um dos 30 arrependimentos depois dos 30 anos

Esse é um aprendizado que vem com o tempo. Porém, antes dos 30 já temos uma boa noção de que precisamos encerrar ciclos que já não estão adaptados à nossa vida. O que acontece é que você tem medo de colocar um ponto final e acaba deixando as coisas rolarem. Olhando para trás, você percebe quanto sofrimento poderia ter evitado se tivesse encerrado ciclos bem mais cedo.

28. Achar que já estava tarde demais para mudar

Conforme vamos chegando perto dos 30, começamos a pensar que já estamos ficando velhos demais para mudar. Pode ser que você esteja infeliz no seu trabalho, mas a simples ideia de mudar já dá calafrios. E se não der certo e você se encontrar perdido com quase 30 anos?

Enquanto na verdade, não fazer nada pode representar viver uma vida de arrependimentos por não ter tentado fazer diferente. Já pensou nas oportunidades de intercâmbio que existem disponíveis?

29. Ter muitas ideias, mas não colocar nada em prática

A juventude é um momento ótimo da vida para ter ideias. Temos muitas ideias, muitas vezes bem distantes da realidade. Apesar das inúmeras ideias, você acaba não colocando nada em prática. Seja porque você acha que não vai dar certo, porque não tem dinheiro ou porque julga ter outras prioridades.

O tempo passa, as ideias mudam e você não realiza nenhuma delas. Quantas oportunidades perdidas!

30. Não saber dosar a intensidade dos sentimentos

O jovem ama demais, odeia demais. Quer ficar perto, quer fica longe. Às vezes se dedica demais a coisas que não são tão interessantes e não dá atenção ao que é primordial. Talvez se você tivesse sido menos intenso, teria visto as situações com mais clareza e tomado as melhores decisões. Quais são os seus 30 arrependimentos depois dos 30?

Não saber dosar os sentimentos é um dos arrependimentos depois dos 30 anos

Prepare a sua viagem

Você também pode se interessar...

Deixe um Comentário 🙂