Home Morar no Exterior Como fazer um currículo em inglês

Como fazer um currículo em inglês

by Suellen Kyl
Atualizado em 16 agosto 2022 por Suellen Kyl

Fazer um currículo em inglês pode parecer muito complicado quando você não conhece a estrutura e nem por onde começar. Por isso o Guia do Estrangeiro vai te ajudar a montar um currículo em inglês correto e bem estruturado. Vamos lá?

Para maiores informações, não deixe de conferir o nosso canal no YouTube e acompanhar o nosso Instagram. Além de postagens diárias, muitas dicas e informações são postadas diariamente no stories. Já está nos seguindo?

O que não fazer no seu currículo em inglês

Um grande erro que as pessoas costumam comenter é de simplesmente traduzir o currículo em português para o inglês. Claro que o currículo em português é importante e é uma base rica em ideias prontas, mas ele precisa ser lapidado. Isso significa que você não deve apenas passar o seu CV para inglês, mas adaptá-lo e estruturá-lo de acordo com o padrão em inglês.

Outro ponto importante é a tradução da palavra currículo em inglês. Nos Estados Unidos e Canadá, se usa a palavra résumé, enquanto em outros países é conhecido por CV. Um CV nos Estados Unidos e Canadá é um documento longo e detalhado, longe dos padrões de um currículo como conhecemos. Saiba as diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano.

Faça agora mesmo a sua cotação com a Wise, uma empresa que oferece um serviço rápido e seguro com as menores taxas e as melhores cotações de câmbio.

>> Faça agora mesmo a sua cotação <<

Formatar currículo em inglês

Dar uma boa forma é essencial para que o seu documento seja lido, entendido e desperte a atenção do recrutador. Assim, de nada adianta usar as palavras-chave corretas, expor o seu conhecimento e as suas caraterísticas destacando o seu potencial se a formatação deixa a desejar.

Lembre-se que um texto pode ter um conteúdo atrativo, mas se ele não for estruturado da forma correta, não vai cativar o leitor e não vai fazer com que ele se interesse em ler até o fim. Isso vale para qualquer idioma, assim como o currículo em francês.

Tamanho, fonte, formas e parágrafos

Um currículo em inglês deve ter de preferência 1 única página. Para as pessoas com um pouco mais de experiência, um currículo de 1 página e meia ou 2 páginas pode ser aceitável. Lembre-se que a palavra résumé vem do francês e significa resumo. Sendo assim, a intenção não é detalhar toda a sua vida profissional e acadêmica, mas sim apresentá-la de forma resumida.

Para a formatação, você pode usar:

  • Uma fonte legível e comum como Arial no tamanho 10 para as frases e tamanho 12 ou 14 em negrito para os títulos
  • Margens com 2,5 cm
  • Espaçamento entre linhas de 1,5cm

O que deve conter no seu currículo em inglês

A forma básica deve conter elementos essenciais que todo recrutador precisa saber sobre o candidato:

  • Cabeçalho com informações pessoais e informações de contato
  • Experiência profissional
  • Percurso acadêmico
  • Habilidades
  • Outras informações (opcional)

Cabeçalho

O cabeçalho deve conter informações precisas:

  • Nome e sobrenome completos
  • Ocupação
  • Endereço
  • e-mail
  • Telefone para contato com DDD / DDI indicados
  • Linkedin caso possua (opcional)
  • Portifólio (se houver)

Experiência profissional

A experiência profissional deve ser o primeiro título, exceto se a sua experiência profissional não for tão relevante quanto o seu percurso acadêmico. Nesse caso, é recomendável começar pelo percurso acadêmico.

Fique atento para colocar as experiências mais recentes antes das mais antigas, começando da vaga atual ou a última vaga que ocupou para a mais antiga. Não se esqueça de conferir se as experiências mais antigas são realmente relevantes com o cargo que você pretende ocupar. Dados essenciais sobre a sua experiência profissional incluem:

  • Cargo ocupado
  • Data de entrada e saída do cargo
  • Nome da empresa e localização
  • Suas responsabilidades principais e conquistas alcançadas (como aumento nas vendas, automatização de um processo, etc)

Lembre-se que toda experiência profissiona é válida. Sendo assim, projetos pessoais, trabalhos voluntários, estágios e trabalhos do tipo freelance também podem contar como experiência.

Outro detalhe é o formato da data. Caso esteja se candidatando a uma vaga nos Estados Unidos, o formato da data deve ser mês/dia/ano. Já em outros países o formato da data é dia/mês/ano.

Saiba como conseguir o Green Card nos Estados Unidos para trabalhar e morar legalmente no país.

Percurso acadêmico

Assim como a experiência profissional, aqui você também deve usar a ordem cronológica inversa. Comece pelo seu último diploma e dependendo do seu percurso, vá até o ensino médio. Ao listar os seus diplomas e cursos, você deve ser curto e específico. As informações mais relevantes são:

  • A data de conclusão do curso ou a data de início e a indicação de que está cursando
  • O nome do diploma e a instituição no qual foi obtido.
  • Conquistas (menção ou nota obtida, participação em uma legião de honra)
  • Atividades extracurriculares

Habilidades

Aqui é onde você mostra tudo o que sabe e pode interessar o recrutador. Procure colocar uma habilidade por linha e não se esqueça de colocar o seu nível de conhecimento. Pode ser em um formato gráfico para deixar o CV um pouco mais dinâmico, mas nada impede que seja apenas escrito. Por exemplo: Francês – oral: intermediário – escrita: avançado.

currículo em inglês

Saiba que as habilidades não se limitam apenas a conhecimentos técnicos, mas também habilidades pessoais, as chamadas soft skills.

Outras informações

Essa parte é opcional e algumas pessoas preferem não colocar nada. Aqui você pode colocar cursos, certificações, hobbies ou outras coisas interessantes sobre você que possam ser relevantes. Essa é uma forma de deixar o CV mais descontraído e de mostrar quem você é além do lado profissional.


A ajuda que você precisa para melhorar o seu inglês:


Informações que não devem constar no seu currículo em inglês

É preciso ter cuidado com as informações que você adiciona no seu CV, principalmente se o seu objetivo é de deixá-lo em um banco de dados. Nunca se sabe quem terá acesso a essas informações e nem tudo é relevante para o recrutador. Certas informações podem ser consideradas discriminatórias e acabarem prejudicando o seu processo. Por isso, não adicione dados como:

  • Número de documento de identidade, passaporte ou CPF
  • Foto – salvo em certas profissões ou se a vaga exigir. De maneira global, a foto no currículo não é esperada para evitar problemas jurídicos para a empresa
  • Carteira de motorista – exceto se a vaga exigir ou se for relevante para o cargo
  • Redes sociais – apenas se for coerente e relevante para a vaga
  • Estado civil
  • Nacionalidade(s)
  • Status imigratório

Finalizando o seu CV em inglês

Depois de colocar todas informações necessárias, revisar a gramática e formatar, resta apenas salvar e enviar. É recomendado salvar na versão PDF, pois assim o seu documento está “lacrado” e não pode ser editado. Porém, é possível que alguma empresa exija o envio no formato word. Tenha sempre as duas versões em mãos.

Prepare-se para o mundo corporativo aprendendo as expressões mais usadas no inglês de negócios.

Curso de inglês online com professora nativa

Do básico ao avançado aprenda a conversar fluentemente em inglês. Acesso vitalício com lives tira-dúvidas todas as semanas, grupos de estudo e aulas de conversação. Adquira agora com super desconto e bônus exclusivos!

Prepare a sua viagem

Você também pode se interessar...

Deixe um Comentário 🙂