Como fazer um currículo em inglês

by Suellen Kyl

Fazer um currículo em inglês pode parecer muito complicado quando você não conhece a estrutura e nem por onde começar. Por isso o Guia do Estrangeiro vai te ajudar a montar um currículo em inglês correto e bem estruturado. Vamos lá?

O que não fazer no seu currículo em inglês

Um grande erro que as pessoas costumam comenter é de simplesmente traduzir o currículo em português para o inglês. Claro que o currículo em português é importante e é uma base rica em ideias prontas, mas ele precisa ser lapidado. Isso significa que você não deve apenas passar o seu CV para inglês, mas adaptá-lo e estruturá-lo de acordo com o padrão em inglês.

Outro ponto importante é a tradução da palavra currículo em inglês. Nos Estados Unidos e Canadá, se usa a palavra résumé, enquanto em outros países é conhecido por CV. Um CV nos Estados Unidos e Canadá é um documento longo e detalhado, longe dos padrões de um currículo como conhecemos. Saiba as diferenças entre o inglês britânico e o inglês americano.

Formatar currículo em inglês

Dar uma boa forma é essencial para que o seu documento seja lido, entendido e desperte a atenção do recrutador. Assim, de nada adianta usar as palavras-chave corretas, expor o seu conhecimento e as suas caraterísticas destacando o seu potencial se a formatação deixa a desejar.

Lembre-se que um texto pode ter um conteúdo atrativo, mas se ele não for estruturado da forma correta, não vai cativar o leitor e não vai fazer com que ele se interesse em ler até o fim. Isso vale para qualquer idioma, assim como o currículo em francês.

Tamanho, fonte, formas e parágrafos

Um currículo em inglês deve ter de preferência 1 única página. Para as pessoas com um pouco mais de experiência, um currículo de 1 página e meia ou 2 páginas pode ser aceitável. Lembre-se que a palavra résumé vem do francês e significa resumo. Sendo assim, a intenção não é detalhar toda a sua vida profissional e acadêmica, mas sim apresentá-la de forma resumida.

Para a formatação, você pode usar:

  • Uma fonte legível e comum como Arial no tamanho 10 para as frases e tamanho 12 ou 14 em negrito para os títulos
  • Margens com 2,5 cm
  • Espaçamento entre linhas de 1,5cm

Quer aprender francês online de forma fácil e interativa? Conheça os cursos da Babbel, um dos cursos mais confiáveis do mercado.


 

O que deve conter no seu currículo em inglês

A forma básica deve conter elementos essenciais que todo recrutador precisa saber sobre o candidato:

  • Cabeçalho com informações pessoais e informações de contato
  • Experiência profissional
  • Percurso acadêmico
  • Habilidades
  • Outras informações (opcional)

Cabeçalho

O cabeçalho deve conter informações precisas:

  • Nome e sobrenome completos
  • Ocupação
  • Endereço
  • e-mail
  • Telefone para contato com DDD / DDI indicados
  • Linkedin caso possua (opcional)
  • Portifólio (se houver)

Experiência profissional

A experiência profissional deve ser o primeiro título, exceto se a sua experiência profissional não for tão relevante quanto o seu percurso acadêmico. Nesse caso, é recomendável começar pelo percurso acadêmico.

Fique atento para colocar as experiências mais recentes antes das mais antigas, começando da vaga atual ou a última vaga que ocupou para a mais antiga. Não se esqueça de conferir se as experiências mais antigas são realmente relevantes com o cargo que você pretende ocupar. Dados essenciais sobre a sua experiência profissional incluem:

  • Cargo ocupado
  • Data de entrada e saída do cargo
  • Nome da empresa e localização
  • Suas responsabilidades principais e conquistas alcançadas (como aumento nas vendas, automatização de um processo, etc)

Lembre-se que toda experiência profissiona é válida. Sendo assim, projetos pessoais, trabalhos voluntários, estágios e trabalhos do tipo freelance também podem contar como experiência.

Outro detalhe é o formato da data. Caso esteja se candidatando a uma vaga nos Estados Unidos, o formato da data deve ser mês/dia/ano. Já em outros países o formato da data é dia/mês/ano.

Percurso acadêmico

Assim como a experiência profissional, aqui você também deve usar a ordem cronológica inversa. Comece pelo seu último diploma e dependendo do seu percurso, vá até o ensino médio. Ao listar os seus diplomas e cursos, você deve ser curto e específico. As informações mais relevantes são:

  • A data de conclusão do curso ou a data de início e a indicação de que está cursando
  • O nome do diploma e a instituição no qual foi obtido.
  • Conquistas (menção ou nota obtida, participação em uma legião de honra)
  • Atividades extracurriculares

Habilidades

Aqui é onde você mostra tudo o que sabe e pode interessar o recrutador. Procure colocar uma habilidade por linha e não se esqueça de colocar o seu nível de conhecimento. Pode ser em um formato gráfico para deixar o CV um pouco mais dinâmico, mas nada impede que seja apenas escrito. Por exemplo: Francês – oral: intermediário – escrita: avançado.

currículo em inglês

Saiba que as habilidades não se limitam apenas a conhecimentos técnicos, mas também habilidades pessoais, as chamadas soft skills.

Outras informações

Essa parte é opcional e algumas pessoas preferem não colocar nada. Aqui você pode colocar cursos, certificações, hobbies ou outras coisas interessantes sobre você que possam ser relevantes. Essa é uma forma de deixar o CV mais descontraído e de mostrar quem você é além do lado profissional.


A ajuda que você precisa para melhorar o seu inglês:


 

Informações que não devem constar no seu currículo em inglês

É preciso ter cuidado com as informações que você adiciona no seu CV, principalmente se o seu objetivo é de deixá-lo em um banco de dados. Nunca se sabe quem terá acesso a essas informações e nem tudo é relevante para o recrutador. Certas informações podem ser consideradas discriminatórias e acabarem prejudicando o seu processo. Por isso, não adicione dados como:

  • Número de documento de identidade, passaporte ou CPF
  • Foto – salvo em certas profissões ou se a vaga exigir. De maneira global, a foto no currículo não é esperada para evitar problemas jurídicos para a empresa
  • Carteira de motorista – exceto se a vaga exigir ou se for relevante para o cargo
  • Redes sociais – apenas se for coerente e relevante para a vaga
  • Estado civil
  • Nacionalidade(s)
  • Status imigratório

Finalizando o seu CV em inglês

Depois de colocar todas informações necessárias, revisar a gramática e formatar, resta apenas salvar e enviar. É recomendado salvar na versão PDF, pois assim o seu documento está “lacrado” e não pode ser editado. Porém, é possível que alguma empresa exija o envio no formato word. Tenha sempre as duas versões em mãos. Prepare-se para o mundo corporativo aprendendo as expressões mais usadas no inglês de negócios.


Você também pode se interessar...

Deixe um Comentário 🙂