Home Morar no ExteriorVida na EuropaCuriosidades da Europa Obesidade na França: a saúde dos franceses

Obesidade na França: a saúde dos franceses

by Suellen Kyl
Atualizado em 26 junho 2022 por Suellen Kyl

É difícil pensar que a obesidade na França é uma realidade quando pensamos na riqueza da culinária francesa. Apesar dos esforços do governo para incentivar um modo de vida saudável, as estatísticas mostram que ainda falta muita conscientização da população.

Conhecer variadas formas de tratamento em francês para usar nos seus emails e cartas é indispensável para obter uma resposta. Os franceses são bem rigorosos quanto à linguagem escrita, ao uso do pronome pessoal correto e por isso é preciso estar atento à linguagem usada nos diferentes tipos de comunicação dirigida aos órgãos públicos.

Seja uma carta de motivação para se candidatar à uma vaga de emprego ou à universidade na França, uma carta para um dossiê administrativo ou uma carta de reclamação, eles não usarão necessariamente as mesmas formas de tratamento em francês.

Vamos usar alguns exemplos de destinatários para facilitar a compreensão.

Para maiores informações, não deixe de conferir o nosso canal no YouTube e acompanhar o nosso Instagram. Além de postagens diárias, muitas dicas e informações são postadas diariamente no stories. Já está nos seguindo?

Faça agora mesmo a sua cotação com a Wise, uma empresa que oferece um serviço rápido e seguro com as menores taxas e as melhores cotações de câmbio.

 

Programas de incentivo à alimentação saudável

Entre esses programas está o manger bouger, um programa nacional de apoio à nutrição e saúde. Esse programa visa conscientizar os franceses para adotarem modos de vida saudáveis. Ele contém dicas de menus para todos os bolsos, receitas e lugares para se exercitar.

Em todos as propagandas de comida ou bebida, uma menção está sempre presente no rodapé da página dando dicas saudáveis. Uma das mais conhecidas incita o consumo de 5 porções de frutas e/ou verduras por dia.

Taxa de obesidade na França

A obesidade na França parece estar mais concentrada nas região norte. Nord-Pas-de-Calais, Picardie, Champagne e Alsace estão no topo da lista, registrando a obesidade em mais de 19% da população adulta. Já regiões como Bretagne, Pays de la Loire, Île-de-France, Poitou Charentes, Auvergne, Midi Pyrénées, Rhônes-Alpes e Provence-Alpes-Côte-d’Azur registram os menores índices. Nessas regiões, a obesidade entre a população adulta é de 12 à 14%.

obesidade na França
Foto: frenchmalbouffetour

Seriam os fast foods os vilões da obesidade na França?

O número de fast foods não para de crescer. É incrível como eles estão por toda parte e acabam virando uma opção fácil, rápida e barata nos momentos de fome. Mas seriam os fast foods os verdadeiros vilões do aumento da obesidade?

As regiões Île-de-France e Provence-Alpes-Côte-d’Azur estão entre as que apresentam um índice de obesidade mais baixo. No entanto, elas estão entre as regiões nas quais a população mais frequenta fast foods. Entre 23 e 26% da população afirma optar por este tipo de alimentação ao menos 1 vez ao mês.

A prática de esportes no cotidiano

O clima da região centro-norte da França é apontado como um dos responsáveis pela falta de motivação. Durante uma boa parte do ano os dias são cinzentos e chuvosos. Sair do conforto de casa para praticar uma atividade física é uma barreira difícil de ser ultrapassada. Na região da Champagne, a média de exercícios físicos praticados é de 107 minutos/semana, o que representa -32% em relação à média nacional.

Nas regiões do sul, a média é bem superior à média nacional, se situando entre 20 e 36%. Os parisienses parecem não ter lá muito tempo para se dedicar à prática esportiva. Com a correria do cotidiano e o estresse no trânsito/transportes, eles praticam uma média de 120 minutos/dia.

Fonte: inspirado no artigo

Prepare a sua viagem

Você também pode se interessar...

Deixe um Comentário 🙂