A vida de quem vive longe de casa

 

Viver longe de casa não é para qualquer um. Confira alguns dos desafios dessa aventura que exige alguns esforços no nosso dia-a-dia.

longe de casa

Culpa

Nos sentimos culpados por estar longe. De não participar da vida familiar, não estar perto dos nossos pais e dos nossos amigos. De saber que nossos pais estão envelhecendo e que não estamos perto para acompanhar. De perder aniversários, casamentos e os natais com todo mundo reunido. É vontade de querer estar lá sem deixar de querer estar aqui.

Leia também: Vantagens e desvantagens de morar sozinho em Paris

Incertezas

Nos perguntamos se realmente vale a pena viver longe das pessoas que amamos. Apesar de conhecer a realidade e os motivos que nos levaram a partir, nos questionamos se é isso mesmo que queremos e se vamos passar a vida toda longe de casa. Mas ao mesmo tempo nos orgulhamos de ter parido, pois não é uma decisão fácil e requer muita força de vontade e foco nos nossos objetivos.

Coragem

Deixar tudo para trás é no mínimo doloroso e deixar as pessoas que amamos em lágrimas não é algo fácil de se fazer. Começar do zero em um novo país é como se jogar de paraquedas e não saber ao certo onde vai parar. É arriscar e estar pronto para enfrentar as dificuldades que encontraremos pela frente e mesmo assim não querer voltar.

Confira também: Dificuldades de morar no exterior

Determinação

Determinação é a chave de tudo!!! Temos que ter foco e devemos nos preparar para lutar pelos nossos objetivos. Não desista nunca dos seus sonhos e por mais difícil que seja a jornada, um dia você chega lá. É só seguir em frente e acreditar que tudo vai dar certo.

O preço é alto. A gente se questiona, a gente se culpa, a gente se angustia. Mas o destino, a vida e o peito às vezes pedem que a gente embarque. Alguns não vão. Mas nós, que fomos, viemos e iremos, não estamos livres do medo e de tantas fraquezas. Mas estamos para sempre livres do medo de nunca termos tentado. Keep Walking.

3 comments

  1. Raquel F. 21 janeiro, 2016 at 16:10 Responder

    Sempre me culpei por sentir culpa e senti vergonha de comentar com as pessoas e ouvir “mas foi voce que escolheu ir embora, agora aguente”. Bom saber que nao estou sozinha!

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: