Hábitos franceses que parecem estranhos para os brasileiros

Vários hábitos franceses soam um tanto estranhos para os brasileiros. Existem vários mitos sobre os franceses que viraram clichês: franceses não tomam banho, homens franceses parecem gays, que eles não usam perfume, que adoram vinhos e queijos... Mas quais desses mitos refletem realmente os hábitos franceses do dia a dia?

Foto: blog.laroutedeslangues.com

Tomar banho uma vez ao dia pela manhã

Um dos hábitos franceses mais polêmicos. Muita gente acha que os franceses não tomam banho. Sim, eles tomam, porém só uma vez ao dia e pela manhã. É difícil para nós brasileiros entendermos isso. Como passar o dia inteiro na rua, voltar para casa no metrô sujo e chegar em casa e não tomar banho? Normalmente os namorados das brasileiras acabam se adequando ao banho a noite também, assim como tem brasileiras que se habituam a cultura francesa e passam a fazer o mesmo.

Segundo uma pesquisa realizada pela BVA-Doméo-Presse divulgada no site BFM, 57% dos franceses tomam banho todos os dias (1 banho), 24% tomam banho em dias alternados, 11% a cada 3 dias e 8% não tomam banho regularmente. Argumento: Tomar banho todos os dias torna a pele seca, a água tira a camada de proteção da pele.

Um argumento que não deixa de ser verdadeiro. A água na França tem muito calcário, o que resseca a pele e os cabelos. Mas como todo problema tem uma solução, é possível instalar um filtro na ducha do banheiro. E uma boa dose de hidratante.

Escovar os dentes uma vez por dia

Isso também pode chocar um pouco. A maioria dos franceses só escovam os dentes uma vez por dia: antes de ir dormir. Já ouvi relato de uma brasileira que foi escovar os dentes depois do almoço na empresa onde trabalha e percebeu umas olhadas bem estranhas, do tipo: você escova os dentes depois do almoço? Ela falou que já se sentiu até constrangida de só ela escovar os dentes e sempre vai discretamente.

Toda regra tem a sua exceção: na empresa que eu trabalhava tinha uma francesa que escovava os dentes todos os dias depois do almoço.

Não usar desodorante regularmente

Quem não recebeu um pedaço de limão do pai ou da mãe quando era adolescente para tirar o cecê? Desde o início da adolescência, o desodorante é o nosso aliado depois do banho. Na França no entanto, usar o desodorante não é lá um costume de todos. Para eles, o uso do desodorante é ligado ao fato de transpirar. Como as temperaturas são geralmente amenas, o uso do desodorante acaba sendo esquecido.

Alguns franceses acham normal só tomar banho, colocar perfume e não usar desodorante. Ou usar perfume sem ter tomado banho. Já ouvi de um francês que ele gosta de sentir o cheiro natural do corpo...

Não bater palmas ao cantar parabéns

Nós brasileiros sempre pagamos mico na hora do parabéns em francês. Já começamos o joyeux anniversaire batendo palmas e depois nos damos conta que apenas nós estamos fazendo isso... Damos um sorrisinho sem graça e paramos. O feliz aniversário deles é apenas: joyeux anniversaire, joyeux anniversaire, joyeux anniversaireeee joyeux anniversaireee... e acabou. Faz parte do hábito francês de bater palmas só no final. Um horror para você que não sabe o que fazer com as mãos...

Festas em casa sem música

Festa é sinônimo de música, barulho, falar mais alto do que a música... não! As festas na casa dos amigos não são bem festas, eles chamam de apéro (de aperitivo) ou soirée. Não tem música, e se tiver é tão baixa que não dá para ouvir. Dançar então igual os brasileiros fazem, jamais! Ao menos enquanto todos estiverem sóbrios.

Comer queijo com baguette antes da sobremesa

Faz parte dos hábitos franceses os jantares longos: tem a entrada, prato principal, e depois os queijos com baguette ou sem e só depois tem a sobremesa. E ainda por último tem o cafézinho. Tudo isso sentado à mesa e batendo um bom papo.

Então se você tiver um compromisso depois do jantar é melhor programar para bem mais tarde porque normalmente os jantares duram umas duas horas. Vale ressaltar que entre o público jovem, esse costume não é muito comum. Geralmente o jantar engloba um aperitivo, uma pequena entrada, prato principal e a sobremesa. E claro, sem esquecer de um bom vinho para acompanhar o jantar.

Homens darem beijo no rosto

Os homens que são mais íntimos, como amigos e pai e filho se cumprimentam com dois beijos no rosto. Isso pode ser visto como muito estranho (gay) na cabeça dos brasileiros, mas aqui é bem comum. Ao receber um presente de um amigo, ou ao encontrar um amigo depois de bom tempo, é comum se cumprimentarem com a bise (os dois beijinhos no rosto).

Cumprimentar todas as mulheres com dois beijos no rosto mesmo que haja mais de 10 pessoas. Ao chegar e ao sair

Ok, isso é uma forma educada de se apresentar e se despedir, mas nós brasileiros normalmente cumprimentamos na chegada e na hora de ir embora. Quando tem muitas pessoas, só um famoso: boa noite para todo mundo, tchau todo mundo!! Isso não acontece com os franceses, eles são super metódicos em relação a isso e vão cumprimentar as 40 pessoas presentes. Por isso, ao preparar a sua saída, leve em consideração a quantidade de pessoas presentes.

Cumprimentar os colegas de trabalho

Ao chegar no trabalho, os franceses costumam passar de mesa em mesa dando dois beijinhos no rosto dos colegas. E isso todos os dias. Quem chega cedo acaba tendo que levantar diversas vezes para cumprimentar os colegas que chegam depois. Até mesmo alguns franceses acham um tanto exagerado e uma perda de tempo todo esse ritual. Mas acaba sendo um reflexo natural, visto como parte da educação. Outros costumes franceses no ambiente de trabalho também são um tanto estranhos para os brasileiros.

 

23 comments

  1. Ursula 25 novembro, 2014 at 11:11 Responder

    Você esqueceu de dizer que os franceses não tem o costume de colocar condicionador no cabelo ( é difícil de encontrar o “après – shampooing” no supermercado) e que eles não tem o costume de abraçar nem os membros das famílias, só as namoradas.

    • Anne 15 dezembro, 2015 at 22:28 Responder

      Desculpas mais as mulheres da França sempre colocam condicionador no cabelo, tanto que no Brasil, e no supermercado tem tantos condicionadores que não sabemos qual escolher… nao acredito um segundo que faltou après shampoing em um supermercado de tamanho normal, como não falta no Brasil, so se for uma vendinha muito pequena.

  2. Giselda Ferreira 5 Janeiro, 2015 at 19:24 Responder

    Vocês esqueceram de dizer que eles carregam a baguete debaixo do braço, mesmo depois de ter trabalhado o dia todo.

  3. Fernanda 31 Janeiro, 2015 at 12:21 Responder

    Moro apenas a 5 anos em Paris. Mas nao concordo com os comentarios sobre o banho e o desodorante. Os franceses com quem convivo tomam banho sim a cada vez que entram em casa e usam desodorante regularmente.
    Mesmo as varias crianacas que ja cuidei nestes 5 anos tomam pelo menos 2 banhos por dia. Antes de ir pra escola de manha e no fim do dia ao voltar (a escola aqui é horario integral, normalmente entre 8 e 16h30).

    Mas quanto ao escovar os dentes realmente so em casa, ao acordar e antes de dormir.

    No entanto, o pior habito pra mim é o caixa de estabelecimentos comerciais lidarem com dinheiro e comida sem higiene adequada.

  4. Anne 15 dezembro, 2015 at 22:22 Responder

    Olà! Eu sou francesa, morando no Brasil, e achei muito preconceituoso alguns pontos que nao representao a cultura da França: a gente, grande maioria (pelo menos todo mundo que eu conheço), escorva os dentes duas vezes por dia e usa sempre desodorante. Nao sei da onde tirou que nao fazemos isso, talvez nas historias da idade media??? O banho uma vez por dia, posso acreditar que mais pessoas fazem isso; também desafio qualquer brasileiro a chegar na França no inverno, se sentir tao congelado de noite, sabendo que nem suou durante o dia, e tomar banho mesmo assim. Aqui no Brasil, claro que tem que tomar banho varias vezes ao dia pois suamos muito e o tempo todo.
    Tambem festas sem musica??? nunca vi isso, na época que eu ia em todas as festas, nenhuma vez faltava musica para dançar, na casa das pessoas; talvez esta se referindo aos encontros informais pela tarde, o apero, antes de jantar, onde nao precisa ficar bebado nem ter musica alta para apreciar de conversar e estar juntos degustando petiscos e vinho.
    O ultimo é cantar o parabéns para aniversários, é verdade que não batemos palmas durante o parabéns mais quando é tempo de assoprar as velas, todo mundo bate palmas com animação.
    Nao sei em que estudo ou experiencia vocês escreveram este artigo mais aparece muitas coisas inexatas, erradas e preconceituosas; vocês aqui também não iao gostar que uma pessoa volta do Brasil e começa a falar que as mulheres se vestem de mal gosto ou que pessoas bebem cerveja assim que levantam, o dia inteiro; isso pode acontecer mais não representa a maioria e acaba difundindo idéias falsas sobre a cultura do pais.

    • Muito nique 1 Janeiro, 2016 at 01:40 Responder

      Percebi que a francesa se sentiu encomodada com o texto e hábitos franceses, infelizmente é verdade também moro em Paris e notei isso, lógico que não devemos generalizar, mas a maioria é assim em relação à banho conheci um senhor francês q só tomava banho Qdo ia ao médico Rsrs e o engraçado q era casado com brasileira tem hábitos que não mudam…não se sinta ofendida vcs franceses tem ótimas qualidades principalmente em relação à educação fico emprecionada e aprendo muito e infelizmente brasileiras confundem sexy com vulgar em relação à roupa, realmente prefiro o jeito que as francesas se vestem, brasileiros e franceses têm hábitos estranhos, culturas diferentes, então não precisam se massacrarem em relação a isso. Vamos ser feliz e respeitar a cultura de cada um mesmo que seja engraçado ou diferente. Graças a Deus que somos diferentes se não o mundo não teria graça. Levam na esportiva. Beijo de uma brasileira q vive na França????

      • Cristina 4 Fevereiro, 2016 at 21:22 Responder

        Muito nique, vc é mal educada. Não é “A FRANCESA”, o nome dela é Anne, ou vc não tem olhos para enxergar? Hábito ruim e mal educado de brasileiro que chama os outros pela nacionalidade e não usa o nome. Acaso vc gostaria que na França, todos a chamassem de “A BRASILEIRA”, mesmo sabendo o seu nome?
        Já vi brasileira na Europa dando muito piti, porque chamaram elas de “A BRASILEIRA”. Mania de serem preconceituosos, mas não gostarem que os outros sejam. Veja se aprende a ser educada que já tem idade para isso.

  5. IGOR 20 Março, 2017 at 12:59 Responder

    Poxa, desculpe qualquer coisa, mas tem que ser adicionado a ENORME dificuldade em achar um FIO DENTAL pra comprar por aqui, e sobre alguem daqui que o usa………………ihhhhh .. dificil, hein?!

    Sobre nao tomar banho, faltou os pequenos detalhes:
    _ Antes de ir pra casa, passam na padaria para comprar uma baguette e com toda a higiene possible* , levam pra casa em baixo do braço. Éééeee, no SUVACO mesmo ( e como Frances adora ler, de vez enquando a baguette é enrolada no JORNAL, pra protege-la das impurezas da rua ;))

    – Outra atitude impressionante, é o cuidado e a hygiene, nas padarias:
    Quase sempre as pessoas que trabalham nas padarias usam luva nas mãos. MAS NÃO ENTEND ATE HOJE O PORQUE! Pois eles pegam a baguete com a LUVA, a colocam no balcão , esperam vc pagar, pegam o dinheiro COM A MESMA MAO !!!!! a mao que estava com a LUVAAAA!!!!! e ainda, depois pegam sua baguette com a LUVA e te entregam.
    (nem tente dar o dinheiro na mão dele, pois eles vão te deixar no vacuo e esperar voce colocar o dinheiro no balcão)

  6. Pippo 28 outubro, 2017 at 00:53 Responder

    Aqui na padaria a pessoa coloca o pão na sacola plástica sem higiene nenhuma e depois vcs falam dos outros com lixo na rua, estrada esburacada tipo medioevo, e ainda falam de primeiro mundo??? Cachorro rasgando sacola de lixo.

Leave a reply

Você também pode se interessar...

%d blogueiros gostam disto: