Saiba quais vinhos beber com diferentes tipos de refeições

vinhos

Os vinhos franceses são deliciosos, mas ficam ainda melhores quando combinados com o que você estiver comendo. Para ajudar nessa difícil tarefa, o Guia do Estrangeiro separou algumas boas dicas para não errar na hora de escolher o vinho que melhor combina com a sua refeição.

Como escolher os melhores vinhos

Hora do aperitivo

Apesar de não ser tão popular no Brasil, o aperitivo é um momento indispensável para os franceses. É na hora do aperitivo que as pessoas aproveitam para botar o papo em dia e dar aquela enganada na fome. Os aperitivos mais comuns são queijos, pequenas porções de torrada com salmão ou fois gras, canapés, pequenas porções chamadas amuse-bouche ou defumados.

Rosés: Os vinhos rosés, como Côtes de Provence ou Cabernet d'anjou são os mais indicados para o aperitivo, e vão perfeitamente com chips ou azeitonas.

Brancos: Para uma degustação simples, um Chardonnay é uma boa pedida. Se você prefere um vinho com um sabor mais específico, o Bourgogne, Languedoc ou Vallée de la Loire trazem um sabor ligeiramente amendoado.

Vermelhos: Os vermelhos são vinhos mais pesados e não muito recomendados para o aperitivo. Se você for um grande fã e não quer abrir mão, prefira um Pinot noir ou Gamay que podem ser degustados sem nenhum acompanhamento. Se o seu aperitivo inclui defumados, opte por um Beaujolais, Morgon ou Irancy.

Leia também: Os 300 queijos franceses

A entrada

Assim como para o aperitivo, a entrada pede vinhos leves como os brancos e rosés, principalmente se a entrada é acompanhada de pratos frios à base de peixes e frutos do mar.

 

 vinhos

Hora do prato principal

Chegou a hora de provar aquela receita que você preparou com tanto carinho. Saiba que dependendo do ingrediente principal do seu prato, um tipo especial de vinho pode tornar a degustação da sua receita ainda mais saborosa.

Frutos do mar: Estes exigem um vinho branco como Hermitage ou Vallée du Rhône. Se são servidos crus, opte por um blanc d'Anjou.

Peixes: Se grelhados ou fritos, prefira um vinho leve e fresco como Muscadet ou Chablis. Se feito ao forno, opte por um Côtes-de-Provence.

Carnes: Dependendo da estrutura do prato, carnes vão bem com vinhos como Bordeaux Clairet, Faugères ou Anjou rouge. Carnes mais pesadas pedem vinhos mais estruturados como Médoc, Bordeaux supérieur ou Chinon. Já ensopados vão bem com Beaune, Mercurey, Châteauneuf-du-pape.

Aves: Se assadas, um vinho tenro como o Pinot noir, Bourgogne ou vermelhos da região d'Alsace são perfeitos. Se cozidas, as aves caem bem com um Volnay ou Cahors. Se servidas com algum tipo de creme, um vinho branco como Chardonnay é a opção ideal.

Confira: Fatos estranhos sobre a educação das crianças francesas

Chegou a sobremesa

Quem disse que a degustação acabou? Para fechar o cardápio com chave de ouro, acerte na pedida na hora da sobremesa. Se a sobremesa for à base de frutas, sirva um Gaillac ou Pacherenc-du-vic-bilh. Tortas vão bem com vinhos da Loire, Alsace ou Bordelais. As sobremesas à base de chocolate e café pedem vinhos do tipo Banyuls ou Maury. Sobremesas cremosas à base de baunilha e caramelo acompanham bem os vinhos Monbazillac ou Jurançon.

E aí, você já sabe qual vinho servir com o seu almoço/jantar?

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: