O que eu sinto falta da vida de au pair

vida de au pair

Vida de au pair

Fazer um intercâmbio foi certamente uma das melhores escolhas da minha vida. Depois de alguns anos, a gente começa a perceber como era boa aquela vida de au pair que insistíamos tanto em reclamar todos os dias. A verdade é que reclamar é um costume do ser humano, que nunca está contente com o presente. Mas aí, quando damos aquela pensada no passado, reconhecemos o quanto não soubemos aproveitar como deveríamos aquele momento.

 

Casa e comida

Hoje em dia tenho um salário, que é devorado em boa parte todos os meses pelo bendito aluguel. E as compras no supermercado? Depois que a gente deixa a vida de au pair é que nos damos conta de quanto custa manter uma casa.

Quando você muda para o seu primeiro apartamento, você entende bem todos os gastos com móveis e utensílios de cozinha, sala, banheiro... São gastos que parecem não ter mais fim. E aí um dia você percebe que se não comprar papel higiênico, ele não vai brotar lá no armário do banheiro...

Leia também: 10 situações vividas por quem é au pair

 

Horários definidos

Não é o caso de todas as au pairs ter um horário fixo todos os dias, mas as famílias mais organizadas preferem ter horários definidos todas as semanas. Você sabe a hora de começar e terminar, e a não ser que aconteça algum imprevisto com a família. E quando dava o seu horário, você subia (ou descia) para o seu quarto, tendo todo o tempo para gastar com o que você bem entender.

Hoje em dia, o negócio é passar os dias planejando o que fazer e em qual dia: tem o dia que o encanador vem consertar a pia, o dia da sua consulta, o dia da consulta do seu filho, o dia de fazer as compras no supermercado...

 

Preocupações com transporte

Dormir no mesmo lugar que trabalha tem os seus prós e contras. Mas quando a gente é au pair, só vemos o lado ruim: tem criança chorando e eu quero ficar em paz. Mas esquecemos a comodidade de não ter que passar o estresse de dirigir nos engarrafamentos da vida, transporte público lotado e ainda chegar atrasada no trabalho.

Au pair pode descer em ponto na hora que precisa trabalhar. Tem tempo para comer enquanto as crianças estão brincando ou depois de levá-las à escola.

Confira: Morar fora como au pair

 

O que vestir?

Meu uniforme durante a minha vida de au pair era um calça de lycra ou moleton e uma camiseta/suéter dependendo do clima. Para levar as crianças para passear, era só colocar uma bota ou um tênis e pronto. No outro dia era só repetir (se ainda estivesse "usável"). Maquiagem? Só lembrava que existia nos finais de semana. Cabelo era sempre preso com rabo de cavalo ou uma piranha, pouco importava se estava sujo ou não.

Hoje em dia, você tem que escolher o que vestir e que seja adaptado ao trabalho. Maquiagem, nem que seja algo bem básico só para tirar a cara de "acabei de acordar" mesmo. O cabelo tem que estar sempre limpo e arrumado. E o pior de tudo: ter que acordar cedo para fazer tudo isso.

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: