Ficou mais difícil entrar na França depois dos atentados?

Armistice day commemoration ceremony in Paris

Esta questão tem se propagado depois dos atentados terroristas que ocorreram no começo do mês em Paris. Por motivos de segurança, teria a imigração apertado o cerco e aumentado o controle nas fronteiras e nos aeroportos? Se você está preocupado com a fiscalização, vou descrever abaixo o meu depoimento de como foi a minha entrada na França no último dia 16 de janeiro de 2015.

Posso dizer que tenho uma certa experiência com a imigração francesa. Vim como turista duas vezes em 2011. Em nenhuma delas eu preenchia os requisitos para entrar como turista. Nessa época eu era au pair nos Estados Unidos e tinha dinheiro apenas para a passagem, 200 euros nas mãos e mais 200 dólares na conta bancária.

De todas as outras 5 vezes que entrei na França, nunca me pediram nenhum documento. Nem passagem de volta, nem reserva em hotel, nem titre de séjour. Eu considerava, baseado nas minhas experiências, que a imigração francesa era bastante tranquila, bem diferente da tão temida imigração inglesa, conhecida pela rígida fiscalização.

Dessa última vez, senti que a minha viagem já começou um tanto quanto diferente. No Brasil, logo ao entrar na fila para despachar as malas (já tinha feito o web check-in), a moça me pediu a passagem de volta. Eu disse que não tinha, pois morava em Paris. Ela me pediu então o titre de séjour e junto com o passaporte, levou para checar. Ela voltou, me entregou tudo e disse que eu poderia ir. Geralmente, nunca me pedem nada na hora de embarcar no Brasil além do passaporte, então já comecei a sentir a diferença logo no embarque.

policia

Ao chegar em Paris, no meio do corredor havia os policiais que ficam checando o passaporte, como de costume. Chegando na imigração, a fila não estava grande e eu logo fui atendida. A policial, bem mal humorada, já ficou brava logo de cara por eu não estar prestando atenção quando ela chamou. Dei o passaporte e ela perguntou se eu falava inglês. Disse que sim, mas que ela poderia falar em francês. Nesse momento ela começou a falar em espanhol (???). Por alguma razão eu entendi que ela estava pedindo o número do voo, então dei o papel do check-in.

Depois que entreguei o papel com o número do voo, ela me pediu a reserva do hotel. Eu disse que não tinha, pois morava em Paris. Aí ela pediu um comprovante de residência (que eu não tinha), deixando ela ainda mais furiosa. Aí ela pediu pelo titre de séjour, entreguei tudo que tinha e ela resmungou atrás do vidro algo que eu não quis responder. Nisso ela carimbou meu passaporte (bem no meio ocupando uma página inteira) e me entregou.

Bom, essa foi a minha experiência ao entrar na França depois dos atentados terroristas. Parece mesmo que os franceses estão mais atentos a quem entra na França, portanto eu recomendaria que se você está vindo como turista, tenha certeza de ter todos os papéis em dia e de preencher todos os requisitos recomendados. Uma boa viagem!

16 comments

    • guiadoestrangeiro 29 janeiro, 2015 at 23:13 Responder

      Olá Guilherme,
      É isso mesmo que você disse, lembrando que a data de expiração do passaporte deve ser superior a 6 meses depois da sua data de volta. E tem que comprovar que você tem meios suficientes para se manter durante a sua estadia($).
      Qualquer outra dúvida ou sugestão, é só entrar em contato conosco.

      Obrigado pela sua visita e volte sempre!

  1. wellington 17 novembro, 2015 at 16:41 Responder

    No meu caso vou ter uma conexão em Lisboa devo fazer a imigração em Lisboa no entanto na atual situação você acha que haverá controle em Paris também ?!!

  2. Tuani Varella 22 novembro, 2015 at 20:22 Responder

    Boa tarde Patricia. Meu voo chega em Paris, vou ficar somente 3 dias, onde aluguei um apto. Depois vou para Berlim, onde vou ficar uns 20 dias, na casa do meu irmão que esta estudando la. Ele precisa reconhecer a carta convite na prefeitura mesmo? Ou só uma carta escrita por ele já é suficiente?

    • Suellen Kyl 23 novembro, 2015 at 21:17 Responder

      Ola Tuani,

      Normalmente a carta deve ser feita na prefeitura, que deve pedir também uma cópia de um documento de identidade dele, tornando a carta-convite oficial. A carta só escrita não tem tanto valor pq ninguém pode provar que foi realmente a pessoa que escreveu. Fazendo na prefeitura fica tudo certinho e ele fica encarregado de arcar com a sua moradia conforme estiver escrito na carta.

      Um abraço

  3. Marisa Lima 22 janeiro, 2016 at 01:46 Responder

    Olá, Meu destino é Valencia com conexão em Paris, sabe me informar se a carta convite tem que esta em francês, ou posso apresentar a original em espanhol? Posso levar copia da carta convite original?

  4. fabio 10 fevereiro, 2017 at 04:03 Responder

    oi 🙂 Eu vou fazer uma conexao em paris de 2 horas e vou passar pela imigracao! eu vou para noruega e tenho a carta convite do meu amigo noruegues! eu tenho uma passagem de volta de pagamento no boleto que ira cair so 10 dias uteis depois de pagar! eu posso viajar somente com a reserva ?

    • Suellen Kyl 11 fevereiro, 2017 at 21:59 Responder

      Olá Fábio,

      Você não comprou a passagem de ida junto com a de volta, é isso? Você tem a confirmação da reserva ou ela só vai ser enviada depois da confirmação do pagamento?
      Um abraço

  5. Leticia C. 20 fevereiro, 2017 at 19:03 Responder

    Olá, tudo bem? Vou viajar para França no final de março, faço Natal/RN – Lisboa – Paris. Vou ficar na casa de um amigo e só há pouco tempo fiquei sabendo da carta convite que ele precisa fazer para mim. Vim um modelo que fazem usualmente e enviei para ele, pedi para ele assinar e me enviar de volta junto com uma cópia da identidade dele. Você acha que em Lisboa (onde vou passar pela imigração), se eu apresentar essa carta, eles aceitam de boa? Junto com isso vou apresentar a bilhete de volta, seguro-saude e comprovante que trabalho no Brasil. Realmente não queria pedir a ele de fazer toda a burocracia da carta oficial, já morei na França para estudar 2013/2014 e sei como as coisas são bem chatinhas e burocráticas por lá! O que você acha?

    • Suellen Kyl 21 fevereiro, 2017 at 12:47 Responder

      Olá Leticia, tudo ótimo obrigada.
      Geralmente, a carta-convite só tem mesmo validade se passar pela assinatura na mairie. Com o seguro, o bilhete de volta e tendo dinheiro caso eles pedirem, não acho que você terá problema.
      O que eu sempre faço é dar apenas o passaporte, deixo os papéis na bolsa todos organizados e com fácil acesso e só apresento caso pedirem. Se o seu passaporte já for bem carimbado é mais uma vantagem.
      Boa viagem!

  6. Jurandyr Teixeira 15 maio, 2017 at 18:21 Responder

    Olá Suellen,
    Vou para Londres ficar em casa de amigos, com conexão em Paris por 4 horas. De Paris para Londres irei de trem.
    Saberia me informar como é o processo de imigração em relação à carta convite do meu amigo em Londres?
    Pode ser carta assinada e enviada em PDF para mim aqui no Brasil ou tem que ser original?

    • Suellen Kyl 21 maio, 2017 at 21:29 Responder

      Olá Jurandyr,
      A carta precisa ser original, contendo o carimbo e assinatura da prefecture que emitiu o documento.
      Um abraço

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: