É possível estudar no exterior pagando pouco?

Quando pensamos em estudar no exterior, a primeira coisa que vem em mente é a questão financeira. Será possível estudar no exterior pagando pouco? Se estudar no Brasil já é caro, mesmo estudando em universidade pública, é difícil pensar que o sonho de estudar no exterior possa se tornar realidade.

Se esta era a sua principal preocupação, conheça algumas universidades que oferecem cursos pagando apenas uma taxa administrativa.

estudar no exterior pagando pouco

Estudar no exterior pagando pouco: quais países

Alemanha

Este é um dos principais países que atraem os estudantes. Um dos principais motivos é que as universidades públicas exigem apenas o pagamento de uma taxa administrativa (que varia entre 150-250€), que é a mesma aplicada para alemães e para os estudantes estrangeiros. Além disso, a qualidade de ensino das universidades públicas alemãs não deixa nem um pouco a desejar. Algumas delas, como a universidade Heidelberg, figura entre as mais conceituadas.

Entre as cidades mais procuradas pelos estudantes estão Munich e Berlim. Além de proporcionarem um grande leque de opções, são consideradas também as cidades mais baratas para os estudantes.

Leia também: Como os estudantes estrangeiros se mantêm no exterior

França

A França é um país bem conhecido pelos estudantes. As 13 universidades públicas francesas contam com uma vasta opção de cursos e algumas delas são bastante conhecidas internacionalmente, como a Sorbonne. Se compararmos a taxa cobrada pelas universidades francesas e as écoles, a diferença é bastante grande. As taxas administrativas custam a partir de 180€ por ano,  dependendo do curso e do nível do diploma. Outras taxas como a securité sociale geralmente são pagas no momento da inscrição.

Mesmo se a maioria dos cursos é ministrada em francês, o número de cursos ministrados em inglês tem aumentado. E se o custo de vida em Paris é alto, como a sua grande diversidade de cursos e opções de moradia, ela continua sendo o destino mais procurado pelos estudantes estrangeiros. Uma das opções mais visadas pelos estudantes que querem estudar no exterior pagando pouco.

Noruega

É possível estudar de graça na Noruega independente da nacionalidade. No nível bacharelado, a grande maioria dos cursos é ministrada em norueguês e é preciso provar ter o domínio do idioma para ser aceito. No nível mestrado/doutorado já é mais comum encontrar cursos ministrados em inglês.

Confira: Como se candidatar para um mestrado na França

República Tcheca

Se você saber falar tcheco pode estudar de graça em qualquer universidade pública do país. Cursos ministrados em inglês variam e pode custar a partir de 1,080 dólares o semestre. O custo de vida é mais em conta se comparado com outros países listados acima.

Outros países

Se você tem um passaporte europeu, existem vários países da Europa que oferecem estudos gratuitos (como a Grécia) ou a um preço reduzido (como a Áustria, Espanha, Itália, e Bélgica). Existem ainda países como a Índia e Taiwan em que a taxa anual para estudantes estrangeiros (independente do país) é entre 1200 a 3000 dólares anuais. O preço é baixo se comparado com o preço das instituições privadas.

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: