Carta convite: para que serve e como fazer

 

carta convite

Foto: ville-bouliac.fr

A carta convite (attestation d'accueil em francês) é um documento emitido pela mairie da cidade da pessoa que acolherá o visitante. Ele é um documento oficial, impresso em papel timbrado contendo todas as informações do visitante e do anfitrião. O pedido de emissão da carta convite pode ser negado, caso o prefeito julgue nem todas as condições estejam sendo cumpridas. Ou então, caso algum documento esteja faltando.

Como solicitar uma carta convite

Não é preciso provar nenhum parentesco com o visitante. É necessário apenas estar consciente que ao aceitar acolher o visitante em sua casa, você está assinando um compromisso.

Cada mairie tem o seu próprio modo de funcionamento. Pode ser preciso marcar um horário antecipadamente. A lista de documentos exigidos também pode variar. Lembre-se sempre de levar uma cópia juntamente com os documentos originais. Uma cópia simples é o suficiente pois a conferência com os originais é feita na hora. Use sempre uma folha de papel para cada documento, não imprima frente e verso.

Para facilitar o atendimento, separe os documentos originais das cópias em duas pastas diferentes. Todas as cópias devem estar legíveis.

Leia também: Vistos de curta duração e de trânsito na área Schengen

Lista de documentos necessários

Os documentos exigidos podem variar de acordo com a mairie. O mínimo exigido é:

  • Um documento de identidade do anfitrião (passaporte, titre de séjour, carteira de identidade francesa);
  • Um documento que comprove que o anfitrião é proprietário ou locatário (contrato de locação);
  • Um comprovante de residência (conta de água, luz, telefone fixo, recibo de aluguel);
  • Comprovante de recursos financeiros do anfitrião (3 últimas fiches de paie, última declaração de impostos);
  • Timbres fiscaux no valor de 30 euros (podem ser adquiridos nos bureaux de tabac);
  • Informações sobre o visitante: data da chegada e da partida, nome completo, nacionalidade, número do passaporte.

Outros documentos como a cópia das passagens, seguro saúde, cópia do passaporte do visitante também podem ser exigidos.

Emissão da carta convite

Dependendo da época do ano, o tempo necessário para receber o documento pode variar. Entre julho e agosto por exemplo, o efetivo é reduzido por ser um período de férias. Não deixe para a última hora, as mairies não tratam nenhum tipo de pedido urgente.

O pedido pode ser recusado pelo prefeito caso ele julgue que o anfitrião não possui meios suficientes para arcar com as despesas do visitante, caso este acabe ficando sem dinheiro durante a estadia. Ou que a casa/apartamento não é adequada para alojar uma pessoa a mais. A taxa de 30 euros não será reembolsada caso o pedido seja recusado.

Lembre-se também que o visitante terá que trazer em mãos a carta original. O envio internacional de documentos pode ser um pouco lento e sofrer atrasos.

Confira: Vistos de longa duração na França

Quais são as vantagens?

É um conforto a mais para quem está visitando. Com a carta convite, os recursos financeiros exigidos caem para 32,50 euros por dia, ao invés de 65€ (com a apresentação de uma reserva de hotel) ou 120€ (sem reserva). É um documento oficial que não será contestado pela imigração (desde que o documento original seja apresentado). Ela é válida para uma estadia inferior a 3 meses.

 

Leave a reply

%d blogueiros gostam disto: